FESTA DO PADROEIRO /2017

Publicada por Correia Duarte | Etiquetas: | Posted On at 08:31

FESTA EM HONRA DO ARCANJO S. MIGUEL
PADROEIRO DA PARÓQUIA DE ANREADE

Em virtude de estar ocupado o primeiro Domingo de Outubro - dia tradicionalmente dedicado à festa do padroeiro de Anreade, com o acto eleitoral para as autarquias locais - a festa irá celebrar-se este ano no Domingo seguinte, dia 8 de Outubro, com o programa que vem exposto no cartaz que coloco em anexo.
Clique na imagem, para ver em tamanho maior e poder ler.


VAMOS TODOS ADORAR A DEUS, NOS SEUS ANJOS E NOS SEUS SANTOS.
VAMOS TODOS HONRAR O ARCANJO S. MIGUEL, O CHEFE DAS MILÍCIAS CELESTES, O GRANDE DEFENSOR DA IGREJA DE JESUS CONTRA OS ATAQUES DO INIMIGO.

BAPTIZADOS

Publicada por Correia Duarte | Etiquetas: | Posted On at 08:29

Receberam a Graça de Deus, tornaram-se Filhos de Deus, seguidores de Jesus e membros da Comunidade de Jesus no mundo, os manos

ANA DANIEL FERREIRA DE ALMEIDA
e
MARTIM DANIEL FERREIRA DE ALMEIDA

Filhos de Daniel Filipe Correia de Almeida e de Laura Sofia Cardoso Ferreira de Almeida

Foram padrinhos; Carlos Manuel Costa Severino
                                 e Sónia Raquel Almeida Ferreira




PARABÉNS AOS DOIS MANOS
FELICIDADES, SEMPRE COM DEUS NO CORAÇÃO E COM O CÉU NO HORIZONTE


PROGRAMA DA SEMANA (17-24/09/17)

Publicada por Correia Duarte | Etiquetas: | Posted On at 08:17

PARÓQUIA DE S. MIGUEL DE ANREADE
PROGRAMA DA SEMANA de 17 a 24 de Setembro de 2017

INTENÇÔES DE MISSA                                                                                             
SEGUNDA - FEIRA:



TERÇA – FEIRA: -- Por Eduardo Alexandre
                     ---Por José Pinto, pais e genro
                     ---Por Ana da Conceição, marido e filho
                     ---Por Manuel Ribeiro e filho, Fernando 
                     ---Por Valentim Correia, sogros e Ana                                                
19

QUARTA - FEIRA : ---Por Manuel Pinto Ramalho
                           ---Por Flundório Vieira e família
                           ---Por Albino de Almeida Truta
                           ----Por Valdemar Alves, pais e sogros
                          
19

QUINTA – FEIRA: ---Por Álvaro de Sousa
                 ----Pelos familiares de António Truta e esposa
                    ----Pelas int. da prof. Mariana

19
 SEXTA – FEIRA: ---Por Maria José Félix e irmãs
                           ---Por António Ribeiro de Moura
                        ---Por Azira Ferreira
                         ---Por Rosa Maria e Rosa Barbosa

19
SÁBADO:     ---Por Idalina Barbosa
                    ---Por Manuel Pinto, esposa e genro
                   ---Por Fernando Cardoso e família
                   ----Por Joaquim Rabaça, esposa e filho
19

OUTRAS  ACTIVIDADES E CELEBRAÇÕES :

-Missa Paroquial ......... Domingos…………...………………10,30 horas
-Missa Vespertina.................Sábados ………………………….19 horas
-Comunhão aos Idosos e Doentes.......Domingos………….11,15 horas
-Recitação do Santo Terço do Rosáriotodos os dias, às 18,40 horas 

FESTA DE NOSSA SENHORA DAS DORES

Publicada por Correia Duarte | Etiquetas: | Posted On at 09:00

15.Setembro.17
FESTA DE NOSSA SENHORA DAS DORES

Saboreemos, meus amigos, este antigo hino a Nossa Senhora das Dores
e rezemo-lo.



HINO
Estava a Mãe dolorosa,
Junto da cruz, lacrimosa,
Enquanto Jesus sofria.
Uma longa e fria espada,
Nessa hora atribulada,
O seu coração feria.
Oh quão triste e quão aflita
Padecia a Mãe bendita,
Entre blasfémias e pragas,
Ao olhar o Filho Amado,
De pés e braços pregado,
Sangrando das Cinco Chagas!
Quem é que não choraria,
Ao ver a Virgem Maria,
Rasgada em seu coração,
Sem poder, em tal momento,
Conter as fúrias do vento
E os ódios da multidão!
Firme e heróica no seu posto,
Viu Jesus, pendendo o rosto,
Soltar o alento final.
Ó Cristo, por vossa Mãe,
Que é nossa Mãe também,
Dai-nos a palma imortal. Amen.
(Liturgia das Horas - Hora de Leitura)

FESTA DA EXALTAÇÃO DA SANTA CRUZ

Publicada por Correia Duarte | Etiquetas: | Posted On at 04:45

14. Setembro,17
FESTA DA EXALTAÇÃO DA SANTA CRUZ

Esta festa recorda-nos o infinito amor de Deus pela humanidade.
A cruz foi o instrumento de que Deus se serviu para nos salvar. Sofrendo e morrendo na cruz, Jesus libertou-nos do poder do demónio, pôs ao nosso dispor o perdão de Deus, e deu Sentido e Esperança à nossa vida.
Santo André de Creta diz: "Celebramos a festa da cruz; por ela as trevas são repelidas e volta a luz. Celebramos a festa da cruz e junto com o Crucificado somos levados para o alto para que, abandonando a terra com o pecado, obtenhamos os céus. A posse da cruz é tão grande e de tão imenso valor que seu possuidor possui um tesouro."
E eu digo, de mãos postas e de joelhos no chão:
Obrigado, meu Jesus, pelo que sofreste nessa cruz por mim, e por todos, mesmo pelos que não sabem disso, mesmo pelos que não fazem caso disso.
________________________________________________________________________
Um pouco de história
Segundo a tradição, a Vera Cruz foi descoberta em 326 por Helena de Constantinopla, mãe do Imperador Constantino I, durante peregrinação à cidade de Jerusalém. A Igreja do Santo Sepulcro foi construída no local da descoberta, por ordem de Helena e Constantino. A igreja foi dedicada nove anos após, em 335, com uma parte da cruz em exposição.
Em 13 de Setembro desse ano, ocorreu a dedicação da igreja e a cruz foi posta em exposição no dia 14, para que os fiéis pudessem orar e venerá-la.
Em 614 os persas invadiram a cidade e tomaram a cruz, que foi recuperada pelo Imperador Bizantino Heráclio, em 628.
Após um ano em Constantinopla, a cruz retornou ao Santo Sepulcro.

SANTO NOME DE MARIA

Publicada por Correia Duarte | Etiquetas: | Posted On at 09:35

12. Setembro.17
O SANTÍSSIMO NOME DE MARIA.
Revelações de Maria ao Pe. Gobi, fundador do "Movimento Sacerdotal Mariano", em Sastin, Santário Nacional de Eslováquia, em 12 de Setembro de 1991


LEIAM TODOS, E FICARÂO A ENTENDER TRÊS PERIGOSOS E DECISIVOS MOMENTOS DA HISTÓRIA DA FÉ E DA IGREJA CATÓLICA, INCLUÍDO O MOMENTO QUE ESTAMOS A ATRAVESSAR.
1.) A INVASÃO DA EUROPA PELOS TURCOS OTOMANOS (século XVII)
2).- O COMUNISMO ATEU (séc. XX)
3).- O MATERIALISMO E O ATEÍSMO PRÁTICO QUE A MAÇONARIA DIFUNDE POR TODOS OS MEIOS (século XXI)

______________________________________________________________________
“Hoje, meu filho amadíssimo, na festa do venerado Nome da tua Mãe Celeste, terminas a tua viagem tão extraordinária em graças, com um grande Cenáculo que realizas para os Sacerdotes e fiéis, neste grande Santuário nacional dedicado à memória das minhas dores.
Viste por toda a parte uma resposta tão generosa de todos ao meu pedido de oração e de consagração.
Ficaste admirado sobretudo porque vieste aqui pela primeira vez e encontraste o meu Movimento Sacerdotal Mariano tão difundido, acolhido e seguido!
Esta Obra é só minha e Eu mesma a levo avante em toda a parte do mundo porque estes são os tempos do meu triunfo, da minha vitória e da vossa salvação.
— No Nome da vossa Mãe Celeste, sim, no Nome de Maria, foram derrotados os turcos, quando estes assediavam a cidade de Viena e ameaçavam invadir e destruir todo o mundo cristão. Eram muito superiores em força, em número e em armas e sentiam que a vitória, para eles, era certa.
Mas os meus filhos Me invocaram e Me imploraram publicamente, o meu Nome foi escrito nos estandartes e aclamado pelos soldados e assim, graças à minha intercessão, aconteceu o milagre desta vitória que salvou o mundo cristão da sua destruição.
É por este motivo que o Papa instituiu, neste dia, a festa do Nome de Maria.
— No Nome de Maria, foi derrotado nestas nações o comunismo marxista que exercia há dezenas de anos o seu domínio e mantinha muitos dos meus pobres filhos numa pesada e sangrenta escravidão. Não foi graças a movimentos ou a homens políticos, mas somente a uma minha intervenção pessoal que se deu finalmente esta vossa libertação.
E será novamente no Nome de Maria que Eu levarei a minha Obra ao seu cumprimento, com a derrota da maçonaria, de todas as forças diabólicas, do materialismo e do ateísmo prático, para que toda a humanidade possa chegar ao seu encontro com o Senhor e ser assim purificada e completamente renovada, com o triunfo do meu Coração Imaculado no mundo.
É por esta razão que Eu desejo que se reintroduza a festa em honra do Nome de Maria, agora que entrais nos momentos mais fortes da luta e na parte mais dolorosa da grande tribulação.
Deste meu Santuário, olho com amor para as nações que ainda conservaram a festa do Nome da vossa Mãe Celeste e prometo-lhes uma minha especial protecção materna.
Abençoo em particular esta terra da Eslováquia, onde sou tão amada, venerada e cada vez mais glorificada”.

SANTÍSSIMO NOME DE MARIA

Publicada por Correia Duarte | Etiquetas: | Posted On at 03:33

2. Setembro.17
FESTA DO SANTÍSSIMO NOME DE MARIA
«O Anjo Gabriel foi enviado por Deus a uma cidade da Galileia chamada Nazaré, a uma Virgem desposada com um homem chamado José, da Casa de David, e o nome da Virgem era MARIA.» - escreveu o evangelista Lucas. (Luc. 1, 26-28)
_____________________________________________________________________


Sobre o Santíssimo Nome de Maria, leiam este belíssimo texto que escreveu o grande patriarca da literatura portuguesa, o Pe. António Vieira:
“Só vos digo, invoqueis o nome de Maria quando tiverdes necessidade dele; quando vos sobrevier algum desgosto, alguma pena, alguma tristeza; quando vos molestarem os achaques do corpo, ou vos molestarem os da alma; quando vos faltar o necessário para a vida…; quando os pais, os filhos, os irmãos, os parentes se esquecerem das obrigações do sangue; quando vo-lo desejarem beber a vingança, o ódio, a emulação, a inveja; quando os inimigos vos perseguirem, os amigos vos desampararem, e donde semeastes benefícios, colherdes ingratidões e agravos; quando os maiores vos faltarem com a justiça, os menores com o respeito, e todos com a proximidade; quando vos inchar o mundo, vos lisonjear a carne, e vos tentar o demónio, que será sempre e em tudo; quando vos virdes em alguma dúvida ou perplexidade, em que vós não saibais resolver nem tomar conselho; quando vos não desenganar a morte alheia, e vos enganar a própria, sem vos lembrar a conta de quanto e como tendes vivido e ainda esperais viver; quando amanhecer o dia, sem saberdes se haveis de anoitecer, e quando vos recolherdes à noite, sem saber se haveis de chegar à manhã; finalmente, em todos os trabalhos, em todas as aflições, em todos os perigos, em todos os temores, e em todos os desejos e pretensões, porque nenhum de nós conhece o que lhe convém; em todos os sucessos prósperos ou adversos, e muito mais nos prósperos, que são os mais falsos e inconstantes; e em todos os casos e acidentes súbitos da vida, da honra, da fazenda, e, principalmente, nos da consciência, que em todos anda arriscada, e com ela a salvação. E como em todas estas coisas, em cada uma delas necessitamos de luz, alento e remédio mais que humano, se em todas e cada uma recorrermos à protecção e amparo da mãe das misericórdias, não a dúvida que, obrigados da mesma necessidade, não haverá dia, nem hora, nem momento em que não invoquemos o nome de Maria”.
Imagem: monograma de Maria. AVE MARIA.